Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Remate Digital

Como está o teu clube? - Fãs Do Arouca

Foto: Futebol Clube de Arouca
Depois da tempestade virá a bonança? 

Antes de mais gostava de agradecer o convite feito pelo Remate Digital e que seja o início de uma grande aventura.
Depois de uma época 2015/2016 histórica, para além de ter atingido a melhor classificação de sempre na 1ªLiga, conseguiu o apuramento inédito para as competições europeias, portanto a fasquia estava elevada para Lito Vidigal e para o Arouca.

A estrutura da época anterior mantinha-se, apesar das saídas de Lucas Lima, jogador que se revelou muito importante nas conquistas da transacta; David Simão e Jaílson embora estes tenham perdido espaço ao longo da época. Em contrapartida a contratação de bons valores do futebol português do que é o caso de Anderson Luís, André Santos e Crivellaro traziam mais experiência a esta equipa. Mesmo assim, o início da temporada adivinhava-se penoso para a equipa.

A pré-época correu da melhor forma possível, tendo os Arouquenses feito o pleno de vitórias em todos os jogos realizados. Chegou então a 3ª pré-eliminatória da Liga Europa e o Arouca tem o seu primeiro grande teste da época: o Heracles Almelo. Com o sorteio a ditar que o primeiro jogo seria na Holanda, o Arouca desloca-se a Almelo e consegue arrancar um empate (1-1) com um golo de Gege ao cair do pano. Com este resultado o Arouca partia em vantagem para a 2ª mão. Uma semana depois, e junto do seu publico o Arouca consegue manter a vantagem trazida da Holanda, com um 0-0 e assim apura-se para o Play-off de acesso à fase de grupos da Liga Europa. O Arouca continuava a fazer história. Até que o sorteio coloca o Olympiacos no caminho do Arouca. Os gregos que transitavam da Liga dos Campeões deslocaram-se na 1ª mão a Arouca e venceram a equipa portuguesa pela margem mínima e foi suficiente para partir em vantagem para a 2ª mão. O cenário não se adivinhava fácil, mas a equipa das terras de Santa Maria contraria todas as expectativas e vai à Grécia surpreender o Olympiacos. No tempo regulamentar o Arouca conseguiu empatar a eliminatória, vencia então por 0-1. Mas o prolongamento trouxe ao de cima o que já se adivinhava: a falta de experiência nestas andanças. O jogo acaba por terminar com a vitória dos gregos por 2-1 e por consequente a eliminação do Arouca da Liga Europa e o término do “Sonho Europeu”. Contudo o Arouca deixa uma excelente imagem para toda a Europa.

O que é certo é que a participação na Liga da Europa trouxe efeitos negativos à equipa e isso vai se verificando nas competições internas. A eliminação na Taça de Portugal logo na 1ª eliminatória pelo Real Massamá que milita no CPP, os maus resultados no campeonato que fizeram com que em alguns momentos da 1ª volta o Arouca estive-se muito próximo da “linha de água”.  
As últimas jornadas têm passado a imagem de que o Arouca parece finalmente ter recuperado do pesado início de época e que está agora começar a recuperação. Contudo a eliminação da Taça da Liga, e a derrota com o Boavista na jornada transacta e o empate com o Nacional este fim de semana colocam algumas questões: terá mesmo o Arouca recuperado dos maus resultados?  
A arbitragem é uma outra questão que tem gerado muita controversa. O Arouca ainda não teve nenhum penalti a seu favor desde o início da época. Para além disso, os arouquenses têm sido constantemente prejudicados ao longo da época. O mais recente caso ocorreu no jogo de sábado que opôs o Arouca ao Nacional e que terminou empatado 1-1. O Arouca esteve em vantagem com um golo de Nuno Coelho e quando já se esperava uma vitória do Arouca, é assinalado aos 90+6 minutos um penalti favorável ao Nacional e consequente expulsão de Rui Sacramento (guarda-redes do Arouca). Tudo seria normal se realmente existisse irregularidade, mas tal não se verificou, Salvador Agra é que promoveu o contacto com o guardião arouquense. Assim o Arouca perdeu mais 2 pontos preciosos na luta pelos seus objetivos.

Para terminar, o período de transferências fecha amanhã e o Arouca ainda tem o plantel em aberto. Entraram dois novos reforços para o ataque (Tomané e Keirrison), mas fala-se na possibilidade de Bracalli deixar o clube para rumar ao Brasil e à Chapecoense. Possibilidade esse que tem vindo a ter mais força com os rumores da contratação de Sinan Bolat por parte do Arouca que pode ser o substituto do brasileiro. Para além de Bolat também circulam rumores da contratação de Jeffre Vargas defesa direito venezuelano de 22 anos. Mas a posição de defesa esquerdo é a que o Arouca que menos bem servido. Desde a saída no inicio da época de Lucas Lima, nenhum jogador conseguiu ainda impor-se. Por lá passaram Nelsinho, Vítor Costa e Thiago Carleto (rescindiu em Novembro) mas sem grande sucesso, portanto o foco do Arouca devia passar pela contratação de um defesa esquerdo antes mesmo do final do mercado. 
Em jeito de conclusão, conseguirá o Arouca voltar a fazer história ao qualificar-se novamente para as competições europeias, ou ficará apenas na luta pela sobrevivência na Liga NOS?

Até ao próximo artigo,
Saudações Arouquenses.